Medicar - se com o Viagra para tratamento da impotência sexual.

Viagra para tratamento da impotência sexual

O Viagra foi a primeira medicação a ser comercializada para o tratamento da impotência sexual no sexo masculino. Os seus principais concorrentes no mercado farmacêutico são a Tadalafila mais conhecido por Cialis e a Vardenafila por outro nome conhecido de, Levitra  e Vivanza.

Apesar desta vasta existência variada deste tipo de medicamentos que tratam a impotência muitos homens ainda nos dias de hoje continuam a sofrer deste problema de disfunção eréctil, desnecessariamente. O tratamento com Citrato de Sildenafila, mais conhecido por Viagra, é o comprimido mais poderoso que até à data consegue comprovar extraordinários resultados de uma forma mais rápida, mais segura e duradoura. Inicialmente é sempre aconselhável procurar um especialista, que o examine e que prescreva um tratamento indicado, para saber se de facto, pode ou não iniciar o tratamento com este fármaco, o Viagra, será mais seguro se o fizer, pois este medicamento como não sendo o único tem as suas contra – indicações. Numa primeira consulta deve comunicar ao seu médico se tem alguma das seguintes condições:

- Doenças renais, doenças hepáticas, se sofreu algum acidente vascular cerebral, se tem problemas de visão ou oculares, incluindo doença ocular rara, hereditária, designada retinite pigmentosa, se tem reacção alérgica anormal ao sildenafil, ou a  outros medicamentos, alimentos, corantes ou conservantes e se sofre de doenças do coração, angina, problemas de tensão arterial alta ou baixa, um historial de ataque cardíaco ou outros problemas cardíacos. Assim, é possível fazer uma avaliação segura ao seu estado de saúde, para poder então iniciar o tratamento com o medicamento Viagra. A maioria dos homens pode tomar o Viagra, até uma vez por dia, sem qualquer contra-indicação. Existem três doses diferentes disponíveis no mercado, as embalagens de 25mg, as de 50mg, e as de 100mg. Recomenda-se começar pela dose mais baixa para testar a sua adequação ao medicamento antes de passar para doses mais elevadas. Muita atenção, os homens que estejam a tomar medicamentos que contenham nitratos não deverão de modo algum tomar Viagra.

Os medicamentos que contêm nitratos são muitas vezes prescritos para os problemas cardíacos. O Viagra pode causar uma baixa rápida na tensão arterial quando tomado em conjunto com esses medicamentos e homens que estejam a tomar uma variada medicação para doenças do coração, pressão arterial alta ou dores no peito. Tomar Viagra em conjunto com outros medicamentos vai causar interacções perigosas entre medicamentos. A taxa de sucesso na toma de Viagra para tratamento da disfunção eréctil severa é de 30-40%. O Viagra simplesmente funciona aumentando o fluxo sanguíneo para o pénis. Isto é, quando os músculos macios do órgão sexual masculino estiverem relaxados, os níveis de óxido nitroso vai aumentar nos vasos sanguíneos do pénis. Com mais sangue correndo para a haste do pénis, o pénis irá ficar congestionado ou erecto. Mais ou menos. O mecanismo de acção do Viagra é natural. O Viagra apenas funciona quando o homem estiver sexualmente excitado. Após o acto sexual a erecção desaparece de imediato. O Viagra deve ser tomado uma hora antes da actividade sexual e os seus efeitos vão durar cerca de 4 horas. Para melhores resultados o Viagra deverá ser tomado com o estômago vazio ou com uma refeição ligeira. O Viagra está disponível em dosagens de 25mg, 50mg, e 100mg. Pode ser tomado uma vez por dia com uma dosagem apropriada e prescrita pelo seu médico.

Adicionar um comentário